Index
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Faça do Brasil Azul sua Página Inicial
Adicione aos Favoritos
Coloque o Brasil Azul no seu Site
Guia de viagem do litoral brasileiro
   
English
Français
Español
Publicidade
Ilha de Marajó

Publicidade

Destinos


Ilha de Marajó

Marajó é uma ilha fabulosa, situada na foz do Rio Amazonas, o mais extenso e caudaloso rio do planeta.



Igarapé de Água Boa – Marajó – Foto Dário Pedrosa

Metade do ano, de dezembro a maio, durante o inverno marajoara, o gigantesco Amazonas inunda os campos com uma lâmina d’água, transformando a maior ilha fluviomarinha do mundo num imenso arquipélago, que alcança cerca de 50 mil km², área superior à de vários países da Europa.

Nessa época, os veículos de rodas tornam-se totalmente inúteis. Para se locomover na ilha, os melhores meios de transporte são os barcos, cavalos e búfalos. Na outra metade do ano, quando o Rio Amazonas recua, é o Oceano Atlântico que invade a orla de Marajó.

Nas praias, a água doce é substituída pela água salgada. Uma das praias mais bonitas é Joanes, enseada com falésias que fica em Salvaterra, além de Barra Velha e das praias do Araruna e do Pesqueiro, todas localizadas em Soure.

É nesse verão marajoara, entre junho e novembro, que a terra seca, tornando possível observar a rica fauna da região, com dezenas de espécies de aves, que proporcionam espetáculos belíssimos, como a revoada dos guarás vermelhos.

O solo irregular e as chuvas quase diárias, no entanto, continuam a fazer dos cavalos e búfalos os veículos mais adequados. Por isso, os carros em Marajó costumam ser considerados tão inúteis quanto os guarda-chuvas.



Publicidade


A rigor, essa ilha paraense tem uma única estrada transitável, com aproximadamente 90 quilômetros de extensão, metade deles asfaltados. O interior da ilha é quase inacessível, praticamente isolando a parte leste da parte oeste. Mas, apesar das dificuldades, Marajó, segundo a Arqueologia, já é ocupada há pelo menos sete mil anos.

A rica história pré-colombiana da ilha deixou sinais de que ali se desenvolveu uma das mais sofisticadas civilizações da América do Sul. Entre os vestígios encontrados em escavações, estão peças da elaborada cerâmica marajoara, cujas réplicas são comercializadas em todo o Brasil e até internacionalmente.

Para chegar à ilha, é preciso gastar quatro horas a bordo de barcos, balsas ou de um ferry-boat que parte diariamente de Belém pela manhã. Uma viagem inesquecível.


Ver-o-peso - Belém - Pará

Foto: João Ramid







A página de Ilha de Marajó terá informações de onde ficar, o que fazer, onde comer, como chegar, praias, passeios, outras praias, bem-estar, esportes, lazer e cultura, arte, compras, serviços, imóveis, eventos, dados gerais, história, imagens, mapas, telefones úteis, links, arredores, imagens de satélite, previsão do tempo, índice de raios UV, tábuas de marés, ondas e ventos, fases da lua, nascente e poente e muito mais.



Cerâmica Marajoara
Cerâmica Marajoara
Foto:Christian Knepper

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


copyright