Fernando de Noronha – PE

 

Considerada a maior jóia do turismo nacional, Fernando de Noronha fica em alto-mar, a pelo menos 345 km da costa, que é a distância até o Cabo de São Roque, no Rio Grande do Norte, embora pertença ao estado de Pernambuco.

Dotado de uma beleza natural estonteante, o arquipélago de Fernando de Noronha, um dos santuários ecológicos mais importantes do mundo.

 

Arquipélago isolado em meio à imensidão azul do Atlântico, quatro graus abaixo da linha do Equador, a 545 km de Recife, a capital pernambucana.

O Arquipélago de Fernando de Noronha

Fernando de Noronha Pernambuco - Nordeste - Brasil Foto Editora Peixes
Fernando de Noronha Pernambuco Foto Embratur

 

São 21 ilhas, ilhotas e rochedos, num total aproximado de 26 km² de área terrestre, é formado pelos topos das montanhas de uma cordilheira de origem vulcânica, cuja base está localizada a cerca de 4 mil metros de profundidade.

Na única ilha habitada, também chamada Fernando de Noronha, as praias localizadas na face voltada para o Brasil, conhecida como Mar de Dentro, têm águas extremamente calmas, entre os meses de abril e novembro, ideais para banho e mergulho, com uma visibilidade que pode chegar a 50 metros . Nos demais meses, a mudança das condições do mar favorecem a prática do surfe, com ondas de 2 metros , em média, e picos que ultrapassam 5 metros .

Fernando de Noronha recebeu da UNESCO o título de Patrimônio Natural da Humanidade. O Lugar transmite a sensação de ser o Brasil que deu certo, com um turismo desenvolvido de forma sustentável.

Graças à atuação do Ibama, que além de fiscalizar, dá palestras interessantíssimas, Fernando de Noronha é o exemplo cabal de que é possível promover o encontro racional e equilibrado do homem com a natureza.

Fernando de Noronha e o ecoturismo

Ecossistema singular e exuberante, com aproximadamente 230 espécies de peixes, 15 variedades de corais e 5 tipos de tubarões, além de golfinhos e tartarugas. Tudo muito estudado pelo Projeto Golfinho Rotador e pelo Projeto Tamar.

Foi para assegurar o futuro desse ecoturismo que instituíram uma Taxa de Preservação Ambiental e implantada uma legislação que proíbe atividades prejudiciais à natureza, desde acampar até catar conchinhas na praia.

Noronha – Mar de Dentro e Mar de Fora

Deste lado, ficam praias belíssimas, como Quixaba, Bode, Americano, Boldró, Conceição, Praia do Meio e Cachorro, mas os grandes destaques são para Cacimba do Padre, Sancho e Baía dos Porcos, todas de beleza excepcional, sem contar a extraordinária Enseada dos Golfinhos, balneário exclusivo destes simpáticos cetáceos, onde os humanos não podem ir, apenas observar os flippers, de longe, entrar na baía aos bandos, pela manhã, e ficar brincando durante horas.

No agitado Mar de Fora, região voltada em direção à África e acalmada em alguns pontos pelos arrecifes, a Praia de Atalaia e a Baía de Sueste, são magníficas, embora, no quesito plasticidade, a espetacular Praia do Leão reine de forma absoluta.